Família Kumm

Aos poucos fotografamos o mundo

›› Expedições ›› Vamos Kumm Tudo

Partida: 27/02/2016

Let Kumm Everything will be a photographic expedition, which will seek the street games, children, the countries through which we pass. The expedition has not pre script defined and will be fully funded by our photography work. We sell our photos in public places where we go. The money of the pictures will be to fund our dispesas, mainly diesel. If you are interested in helping please contact us by email or by familiakumm@yahoo.com.br whatapp +554899820241.

Vamos Kumm Tudo será uma expedição fotografica, que buscaremos as brincadeiras de rua, das crianças, dos países por onde vamos passar. A expedição não tem roteiro pré definido e será totalmente financiada pelo nosso trabalho de fotografia. Venderemos nossas fotos nas praças públicas por onde passarmos. O dinheiro das fotos sera para custear nossas dispesas, principalmente o diesel. Se você tem interesse em ajudar entre em contato pelo e-mail familiakumm@yahoo.com.br ou pelo whatapp +554899820241.

Pirenópolis

Data: 21/03/2016 14:00:00

Saímos de Brasília tarde e ainda passamos num supermercado que tinha uma promoção de vinhos e aproveitamos para comprar uma caixa. Nosso passeio hoje era Pirenópolis, uma cidade antiga perto de Brasília.  Fomos nós seis (eu, Walfredo, Paulo, Celma, Saionara e Evaldo) cada casal no seu carro. Chegamos lá paramos num restaurante conhecido da Saionara. Uma comida simples, boa e barata. Para nós isso que importa.

Deixamos o restaurante e fomos dar uma caminhada perto do rio, ali começou a preguiça bater, algumas fotos saíram, fomos tomar sorvete e depois procurar um lugar para ficar. A Celma e o Paulo resolveram voltar para Brasília e nos em curtir a cidade. Fomos num camping e depois em outro e nada resolvemos. Pegamos as maquinas e começamos a documentar a cidade, fotografando tudo que achávamos legal. Novamente esta experiência de fotografar a três e enriquecedor.

Evaldo nos levou para ver o pôr do sol em um morro da cidade, chegamos lá o sol quase tinha se posto, rendeu imagens muito legal.  Não sei de quem foi a ideia de começar a tomar vinho lá no morro, já até pensamos em dormir por ali mesmo. Estava um astral legal com muitas risadas, saia até papo cabeça. Estávamos em estado de alfa.

Não deu segurança e fomos para o camping da AABB. Arrumamos as barracas e voltamos a beber vinho, comer queijo, pão e muita conversa e novamente muitas risadas. No dia seguinte, levantamos com ressaca e fomos para piscina antes de irmos embora. Pois tínhamos que chegar em Goiânia para conhecer um casal que havia ido no Alaska e que agora estão indo dar volta ao mundo. Deixamos nossos amigos do peito e seguimos viagem. No caminho vimos uma loja da Havan, entramos compramos um jogo de lençol. Quando estávamos chegando em Goiania, cai um temporal. Com a localização no celular não teve com não achar a casa do Amandio. Chegamos no final da noite e partimos pela manhã bem cedo. Eles estavam indo para o Jalapão e nós precisávamos seguir nosso caminho.

Fomos na oficina para ver um vazamento do carro, o mecânico falou que somente na segunda poderia resolver, passamos em outra para resolver o ar condicionado do carro. Eles ficaram o dia inteiro para arruma, trocaram um monte de peças, pagamos 500 reais e funcionou somente uma hora. Queríamos chegar em Goiás Velho antes da procissão do fogaréu. A estrada estava horrível, cheia de buracos e o Walfredo dirigia que nem um doido, tinha buraco no acostamento esperando para entrar.  

 

›› Diário da Expedição


Voltar
  • Facebook
  • Facebook
  • Twitter
  • Twitter
  • Twitter

 

 




familiakumm@yahoo.com.br +55 (48) 99655-2507
SITE com ARTE
Restrito