Família Kumm

Aos poucos fotografamos o mundo

›› Expedições ›› Expedição Estrada Real

Partida: 14/07/2006 - Retorno: 28/07/2006

Walfredo leu numa revista sobre a estrada real e dali em diante, nossos pensamentos era conseguir recursos para poder fazer o trajeto. Afinal, este ano já haviamos viajado bastante no mês abril. Eu (Luciene), Walfredo e Ana Paula estavamos achando muito monótono ficar em casa no mês de julho . Juntamos daqui, apertamos ali e lá fomos nós para conhecer a trilha da Estrada Real partindo de Florianópolis para Paraty no Rio de Janeiroe indo até Diamantina, em Minas Gerais. Nossa história completa e algumas fotografias estão nos diarios de bordo.

FLORIANÓPOLIS - ITANHAEM

Data: 14/07/1956 10:00:00 - Kilometragem 633Km

Esta viagem surgiu de repente, sem muita estória, sem grandes planejamento. A razão disso é nosso jeito de ser, somos pessoas que não nascemos para ficar parados esperando o tempo passar, e nem acumular riquezas. Por algumas pessoas somos invejados, por outras condenados e por muitas aplaudidos. Acho que por eu ser assim é que me incomoda muito ver pássaros presos em gaiola.

Hoje o dia começou tranqüilo, arrumamos o que faltava, examinando cada item. Saímos as 9:30 hs da manha, pegamos a Ana Paula no colégio e seguimos viagem pela rodovia BR 101, tão falada em meu tcc. Tinhamos pressa queríamos almoçar em São José dos Pinhais-PR.

Paramos na churrascaria Anjos Dourados para almoçar o GPS marcou que levamos 1 hora para almoço, estávamos com medo de não chegar em Santos a tempo. Tivemos que colocar um pouco de velocidade em nosso carro, o que nos surpreendeu, foi que o carro atingiu pela primeira vez em sua vida a velocidade de 125 km/h, isso porque já rodamos mais de 100.000 km com ele. A viagem esta muito tranqüila, a estrada toda duplicada e bem sinalizada.

Chegamos em Itanhaem-SP, as 18:30hs, resolvemos parar por aqui , pois já estava escuro e não dirigíamos a noite.

Andamos a procura de um hotel, camping ou outro meio de hospedagem e não achamos nenhum que tivéssemos coragem de ficar, depois de rodar por algum tempo resolvemos comprar o guia 4 rodas e ali vimos uma pousada que poderia servir. E saímos a procura dela. Nisso passamos por um centrinho muito organizado, com casas antigas, tudo pintadinha, e resolvemos caminhar um pouco para bater umas fotos e jantar.

Depois da sessão de fotos jantamos numa panquecaria, pedimos três panquecas, não podemos dizer que elas eram ruim, mas também não eram aquelas coisas no seu sabor. Agora era vez de achar a pousada do Feliz, tivemos que voltar uns 14 km pela rodovia, mas não foi difícil de encontra-la. Chegando lá negociamos o preço e acabamos ficando, tudo era novo então isso pesou bastante na decisão.

| << Anterior | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | | Última >>

Voltar
  • Facebook
  • Facebook
  • Twitter
  • Twitter
  • Twitter

 

 




familiakumm@yahoo.com.br (48) 9982-0241
SITE com ARTE
Restrito